Bem-Vindo, Visitante
Nome de usuário: Senha: Lembrar-me

TÓPICO:

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3531

Realmente Abelha concordo com todo o seu argumento, principalmente no ponto que você falou: "as leis que conhecemos não servem para definir uma ética universal, pois são tão diversas quanto as culturas que existem" e isso prova o fato de no Brasil ser um crime matar cães para comer e já na China ser permitido!

Agora quanto a natureza do homem de ser Onívora ou Herbívora, tenho uma teoria muito convincente que prova que realmente somos Herbívoros de natureza, ou seja nosso organismo foi criado com o propósito de ser exclusivamente herbívoro porém como todos os animais, podemos escolher ser Onívoros, Carnívoros e até canibais.

Vou explicar o que enfatiza essa minha teoria abaixo com exemplos de muitos animais:

Periquitos: Eles são exclusivamente herbívoros/frugívoros de natureza, comem grãos e frutas na natureza, porém se lhes forem servido carne, eles se tornam onívoros e canibais, além de comerem seus semelhantes comem a si mesmo.

Gatos: São carnívoros de natureza, mas se lhes forem servidos vegetais cozidos, eles se tornam onívoros e se acostumam a comer de tudo, arroz, macarrão, legumes e até frutas.

Cães: Assim como lobos, na natureza eram exclusivamente carnívoros, porém com o contato com o homem o cão se tornou onívoro, e hoje se sente atraído por qualquer tipo de alimento.

Ratos/ hamsters: São onívoros de natureza, comem grãos, insetos e tudo o que acham, porém quando dado carne a eles, eles se tornam canibais e por fome matam uns aos outros.

Macacos/ Humanos: São herbívoros de natureza, pois não se atraem por carne crua na abundancia de vegetais e frutas, porém em fome extrema, se tornam onívoros e até canibais. (Muitas tribos indígenas do Brasil do passado, e civilizações antigas como a dos Astecas praticavam o canibalismo em caso de fome extrema ou rituais religiosos, e inclusive macacos em caso de falta de frutas e verduras também desenvolvem o canibalismo)

Ou seja isso prova que independente do nosso organismo ser herbívoro, frugívoro, onívoro ou carnívoro, quase todos nós humanos ou animais podemos escolher nos adaptar ao que quisermos, por prazer ou necessidade, e até mesmo nos tornarmos canibais, basta experimentarmos algum alimento diferente que o nosso corpo se adapta mesmo não sendo apropriado para o mesmo. O ser humano em geral não sente atração alguma por carne crua principalmente crianças, o que prova que carne não faz parte do instinto humano, mas com o fogo o homem conseguiu fazer a carne ser atrativa para humanos da mesma forma que conseguiu fazer vegetais e grãos serem atraentes para cães e gatos após cozinha-los, como arroz, feijão, macarrão de trigo e todo o resto que cru nem nós humanos comeríamos.

A verdade é que quase todos os seres vivos tem a capacidade de se adaptar a qualquer tipo de alimento e circunstâncias, levando-nos a fugir de nossas verdadeiras origens. Mas as características fisiológicas nos revelam a verdade, se somos herbívoros ou carnívoros, e isso o Linho citou com todos os detalhes. E onívoros praticamente todos os animais podem vir a ser, principalmente sob influência humana.

Portanto concluo que seres humanos são seres de instinto e anatomia herbívora, adaptados à comer carne por influência, prazer, necessidade de sobrevivência e principalmente devido a tecnologia(fogo) que permite fritar, assar e cozinhar as carnes, logo sendo caracterizados como onívoros apenas por suas próprias escolhas alimentares.

Abç! :cheer:

Os seguintes usuário(s) disseram Obrigado: abelha*---

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Ultima edição: por Felizpe.

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3535

Sinto muito, mas não concordo com voces:

Somos naturalmente vegetarianos. Conseguimos a vitamina B12 do solo e da pouca higiene dos alimentos na Antiguidade.


Não é o que os dados de evolução indicam. Não vou entrar nos aspectos religiosos da existência humana, mas apenas nas questões históricas.

Há mais de 3 milhões de anos existiu um hominídeo chamado Paranthropus bosei. Segundo suas características fósseis, ele era vegetariano. Esse hominídeo não era exatamente como nós e se alimentava de partes dos vegetais que hoje não conseguimos. Ele foi dizimado na era das glaciações, pois houve escassez de alimentos vegetais. Todos os demais hominídeos, inclusive nossos ascendentes, eram onívoros. Alguns comiam carne em quantidades consideráveis. A ideia de que antigamente o ser humano vivia em completa harmonia com a natureza não encontra respaldo em inúmeras pesquisas. A vida era bem selvagem (talvez não menos do que hoje, mas de uma forma diferente) e a caça, uma necessidade.

A história da medicina e da nutrição mostra com clareza as inúmeras carências nutricionais que sempre existiram, mas que não eram diagnosticadas por falta de conhecimento. As descobertas vieram aos poucos, como é de esperar. O mais provável é que nossos ancestrais obtivessem a vitamina B12 não por causa da má higiene (ela é produzida por bactérias), mas porque comiam carne mesmo. Porém, a dieta vegetariana não significa contrariar a natureza. Diversos estudos científicos comprovam que a dieta vegetariana, nos tempos atuais, traz muitos benefícios para a saúde. No mundo atual, temos plenas condições de viver com saúde plena sem nos alimentar de animais.

O trato gastrointestinal dos seres humanos é mais parecido com o de animais herbívoros.

O trato gastrointestinal humano está apto a digerir todos os alimentos, inclusive a carne. Temos enzimas digestivas que executam todo o processo. Nosso sistema digestório não é carnívoro e nem herbívoro. No entanto, ele poder ser vegetariano ou onívoro. Mas no caso dos onívoros, com uma ingestão mínima possível de carne – como já foi mostrado em muitos estudos científicos.

Fica claro a opção de cada um, coloquei o texto na integra sem retirar nehuma parte, mesmo a que fala sobre os beneficios da dieta vegetariana, entendo que fica a decisão de cada um. Eu opto por continuar a minha dieta exatamente como está.

E Felizpe, sem querer ofender, mas eu adoro carne crua, inclusive isso tem nome, se chama carpaccio.

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Ultima edição: por mau.felipe.

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3538

Então mau.felipe, te entendo! Eu não disse que nossos antepassados eram vegetarianos e veganos, como também não podemos nos considerar canibais de natureza devido nossos antepassados também comerem carne humana. Como eu disse em todo o momento, temos toda a característica herbívora, porém podemos escolher ser onívoros, e nossos antepassados que caçavam escolheram ser onívoros, por prazer ou sobrevivência, mas não é por isso que podemos generalizar que somos onívoros.

O que enfatizei são os vestígios anatômicos serem extremamente compatíveis com os herbívoros, e o instinto também. Só que faltou eu explicar um pouco do instinto. Não é porque você come carne crua, que a maioria come, a maioria tem nojo. E mesmo você pode comer algum pedacinho de carne que cru seja gostoso ou comestível, mas será que você comeria por prazer: Cérebro cru bovino, coração cru de porco, intestino cru bovino ou suíno e todos os outros órgãos como pulmão, rins, e até os órgãos sexuais, todos crus? Animais carnívoros ou onívoros de instinto sim. Sem nojo algum e com todo o prazer!

Bom pra ver se o instinto é herbívoro ou carnívoro ou onívoro, você tem que testar o animal ou ser humano assim:

Coloque em um ambiente por exemplo uma vaca morta inteira aberta com todos os seus órgãos internos disponíveis e a amostra. E ao lado coloque todo tipo de fruta e verdura mesmo que crua.

Solte primeiro um leão ou qualquer outro carnívoro: E veremos que ele comerá toda a carne, inclusive todos os órgãos com o maior prazer (Eles dão até preferência pras vísceras que são muito nutritivas e fáceis de arrancar). E nem tocarão nas frutas ou verduras.

Solte um herbívoro como uma criança humana, ou qualquer outro herbívoro: E verá que ele escolherá as frutas e nem tocará na vaca morta e aberta pois a carne crua gera nojo na grande maioria e esse nojo é predominante em todas as crianças que não modificam seu extinto por ego, ou querer burlar a pesquisa ou defender o consumo de carne.

Se não for o suficiente repita o procedimento: Só com a vaca inteira aberta e com seus órgãos a mostra porém sem as frutas e verduras, agora peça a elas que comam ela inteira. No final do experimento nenhuma criança comeu a vaca crua e nem ao menos experimentou, rara foram as crianças que ao menos colocaram algum órgão da vaca na boca tentando mastigar ou experimentar, pois carne, e órgãos crus geram nojo, uma reação do instinto humano de rejeitar a carne. Provando que não é o nosso instinto.

Pra mim é a prova final que o instinto humano rejeita a carne crua e isto basta para ter a certeza que o ser humano é herbívoro de instinto e anatomia. Porém na loucura da falta de comida o ser humano foge dos seus instintos ao ponto de se tornar até canibal, como diversos outros animais.

:)

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Ultima edição: por Felizpe.

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3540

mau.felipe escreveu: E Felizpe, sem querer ofender, mas eu adoro carne crua, inclusive isso tem nome, se chama carpaccio.


Pensei que se chamava cadáver.

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3547

Linho

Por respeito aos outros membros, não vou postar as fotos do carpaccio...

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: o olhar da sociedade 8 anos 6 meses atrás #3548

E com qual objetivo você postaria essas fotos aqui?

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Tempo para a criação da página:0.929 segundos
Somos Embaixadores da Happy Cow para Florianópolis SC


Embaixador
HappyCow.com

Somos filiados a:

   

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Mahatma Gandhi