Bem-Vindo, Visitante
Nome de usuário: Senha: Lembrar-me
  • Página:
  • 1
  • 2

TÓPICO: Resposta para Gary Yourofsky

Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5485

  • Biaa
  • Avatar de Biaa Autor do Tópico
  • Desconectado
  • Senior Boarder
  • Senior Boarder
  • Postagens: 46
  • Karma: 1
  • Obrigados Recebidos: 6
Galera... resolvi assistir novamente ao vídeo do Gary Yourofsky, e encontrei outro vídeo de um cara rebatendo ALGUNS argumentos do Gary...

Assim como outras ideologias, o veganismo está sujeito a visões radicais e ignorantes, sou vegana e não vou deixar de ser, mas nós precisamos manter a causa com os argumentos certos, mesmo pq somos questionados todos os dias... Enfim, assistam e me digam a opinião de vcs...

No vídeo, em momento algum, o sofrimento animal é questionado, mas outros argumentos são. E achei extremamente relevante algumas coisas e outras desnecessárias...No geral, é no mínimo interessante...Anyway... Vamos ao vídeo:



Abs

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Ultima edição: por Biaa.

Re: Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5493

Olá Biaa!

Eu já tinha visto o vídeo desse cara antes, achei legal porque ele não criticou o vegetarianismo, na verdade mostra-se simpático em relação à causa. O que ele critica são argumentos falhos num discurso específico do Gary Yourofsky.

Como crítica, achei um pouco prolixo.

Quanto ao Gary Yourofsky, tenho certeza que as intenções dele foram as melhores. Mas como o veganismo é algo subversivo diante da sociedade, qualquer falha no discurso é um prato cheio para os contestadores da causa, que não são poucos.

Esse cara não é o único que debocha, infelizmente o discurso do Gary Yourofsky costuma ser ridicularizado por muita gente.

Eu ia comentar por partes, mas estou no trabalho e não abre youtube aqui.

Abraço
Os seguintes usuário(s) disseram Obrigado: Biaa

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5504

  • Biaa
  • Avatar de Biaa Autor do Tópico
  • Desconectado
  • Senior Boarder
  • Senior Boarder
  • Postagens: 46
  • Karma: 1
  • Obrigados Recebidos: 6
Fala, Clécio!

Então, tbm achei que algumas coisas foram só pra encher linguiça...
Eu gosto do Gary, aliás, ele contribuiu bastante para eu me tornar vegana... mas, po, não quer dizer que eu vou idolatrar tudo que o cara diz... por o Gary ser um dos veganos mais influentes que a gente conhece, ele deveria tomar cuidado com tudo que ele diz, pq, como vc mesmo disse, qlqr falha dele vai ser criticada.

Enfim, não que tudo que o outro cara disse seja verdade...mas achei bem convincente, até que me mostrem o contrário...

Na verdade, minha intenção era ver se algum de vcs tinha outras provas científicas (por favor, nada de crendice) que fossem contrárias a essa questão de o homem ser onívoro, e não vegetariano.

Obg pela resposta, Clécio!
:)

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5511

Oi Biaa
Eu já tinha visto o video desse cara (logo depois que vi o do Gary, quando estava decidindo sobre virar vegan), mas nunca tinha me preocupado em responder argumento a argumento.

Quanto a provas científicas sobre sermos onívoros/herbívoros, esse foi o site mais interessante que achei até hoje:
michaelbluejay.com/veg/natural.html

Alguns pontos que esse site levanta que acho super importantes para essa discussão são:

1) Não se pode dizer que o corpo de um ser vivo é feito para comer plantas, carne, ou uma mistura de ambos apenas por um único traço específico; afinal, em todas as "classes" teremos exemplares que apresentam uma ou outra característica de outra classe. O que se faz é considerar todas as evidências e se, por exemplo, 95% delas apontam para a direção X e apenas 5% para outra, então deveríamos poder nos sentir confortáveis em dizer que nosso corpo foi feito para X.

2) Qual é a definição de carnívoro, herbívoro e onívoro?
Se definirmos como sendo, respectivamente, um animal que come apenas outros animais, que come apenas plantas e que come qualquer porcentagem entre esse dois, então quase todos os "herbívoros" que conhecemos são onívoros, pois quase todos eles comem pequenas quantidades de animais - intencional ou acidentalmente (insetos e larvas, por exemplo). Se considerarmos a capacidade de digestão, então quase todos os "carnívoros" são onívoros. Muitas rações para esse animais contêm produtos de origem vegetal e eles conseguem digerir.

Para não termos que reclassificar todos os animais usando essa lógica, faz sentido definir onívoro como sendo um ser cujo corpo foi "desenhado" para, na natureza, comer quantidades significativas de um e de outro (sei lá, de 90-10 até 10-90); herbívoros estando "à esquerda" deles no espectro e carnívoros estando "à direita".

Tendo esse dois pontos em mente, passo a comentar os argumentos do rapaz do video aí:

a) "plantas não são bem digeridas por nenhum mamífero" - Qual a definição dele sobre "digerir bem"? Eu entendo que as bactérias que habitam nossos intestinos fazem parte do nosso sistema digestivo - afinal, evoluímos acreditando que elas estariam sempre ali! Se elas resolvessem desaparecer, nós morreríamos, certo?
Dizer que plantas são de "difícil" digestão para herbívoros não faz muito sentido para mim. Se ele quer dizer que o processo é demorado, exige maior "processamento", etc. então, oras: é para isso que temos o intestino maior, bactérias que colaboram, etc.

b) Ele tenta dizer que o argumento do tamanho do intestino é falho apontando que alguns onívoros/herbívoros (p. ex. o panda) tem intestino curto.
Oras, isso não contrapõe o argumento: animais de intestino curto poderem digerir plantas não implica que animais que tenham intestino comprido digerirão bem alimentos de origem animal.
Ele cita o urso polar. Apesar de o urso polar ter o maior intestino entre os ursos, seu intestino ainda é considerado "curto". Não encontrei o número exato - nesse site está escrito apenas "short intestinal tract" wildpro.twycrosszoo.org/S/0MCarnivor/urs...aritimusAMDetail.htm
Ou seja: os outros ursos é que têm o intestino muito pequeno! (Como é o caso do panda, que, por conta disso, digere apenas 25% do que come e o resto passa reto sem ser digerido. Por isso eles precisam passar o dia todo comendo)

c) Ele faz comparações do ser humano com o chimpanzé, julgando o chimpanzé como onívoro, quando 95-99% da dietas dos chimpanzés são plantas. O resto é principalmente cupins. Você dificilmente vai ver um chimpanzé matando um coelho para comer.
Na definição acima, chimpanzés seriam considerados herbívoros.

d) Não vejo muito sentido no argumento do suor mesmo. Acho que há poucas razões biológicas para o sistema de resfriamento estar associado à dieta e ainda que haja uma correlação "animais que suam X animais que comem basicamente plantas", essa relação é um tanto fraca. Gary não precisava ter levantado essa.

e) Ele refuta o argumento das garras dizendo que i) elas são iguais a do chimpanzé (herbívoro); e que ii) elas não têm nada a ver com o hábito alimentar e sim com o "hábito de vida" - Oras não podemos dizer que não tem nada a ver com o hábito alimentar né? Se nossas mãos não são adaptadas para capturar e matar animais eficientemente, mas são adaptadas para subir em árvores e pegar frutas, acho que elas devem estar relacionadas ao nosso hábito alimentar sim.
Depois ele cita que outros animais que comem insetos também não têm garras. - ok, se considerássemos apenas esse argumento, eu aceitaria que o ser humano é um herbívoro que também come insetos e não me oporia a ninguém que quisesse comer formigas no almoço.
Depois ele menciona que o bicho-preguiça tem garras e é herbívoro - é o mesmo argumento do intestino ali em cima: não é porque alguns animais que têm garras são herbívoros que alguns animais que não têm garras deveriam ser carnívoros/onívoros. Só quer dizer que existem herbívoros mais "versáteis".

f) Depois, em resposta ao argumento das enzimas da saliva (que também acho um fraco argumento, já que só prova que somos aptos a comer plantas, e não que não deveríamos comer carne) ele diz que nós temos:
i) lipases (que digerem ácidos graxos) - oras, plantas também contêm gorduras e elas são importantes na nossa alimentação. Ou seja, precisaríamos tê-las ainda que fôssemos herbívoros.
ii) colesterol esterase - A enzima que em inglês é chamada de "Sterol Esterase" também é comumente chamada de "cholesterol esterase"
en.wikipedia.org/wiki/Sterol_esterase
Não obstante o nome pelo qual é comumente conhecida, essa enzima serve para quebrar qualquer ester esterol (que estão também presentes em plantas) para formar esteróis e ácidos graxos
iii) pepsina - elas não digerem apenas o colágeno, que esse rapaz menciona como sendo a única função dessa enzima. Na verdade, a pepsina é a principal enzima que nosso corpo tem para a digestão de proteínas e ela também é encontrada em bois, porcos, etc.

Ele segue dizendo que a celulose é indigerível, como se o seguinte argumento fosse válido: "já que dos vários açúcares presentes em plantas, existe um deles que não conseguimos digerir (e que é completamente desnecessário para nos manter vivos e saudáveis), então necessariamente temos que incluir alguns animais em nossa dieta".

g) A respeito dos dentes, ele concorda com o Gary que nossos pequenos carnívoros não são indicação de que somos onívoros, mas tenta dizer que não é um argumento válido pois, afinal, alguns carnívoros também têm molares. - well, sim, mas além desses molares eles TÊM grandes caninos. Ele não apresentou nenhum argumento contra a tese de que: sem grandes caninos => sem carne!

h) Quanto ao argumento da mandíbula, ele apenas nos compara com o chimpanzé novamente.

i) "eu não tenho que comer um teco de picanha crua para provar que eu sou carnívoro ou onívoro" - bom, na minha opinião, precisa sim! haha

j) "até parece que uma criança de 2 anos sabe distinguir o que é para comer ou não" - a criança está em fase de experimentar o mundo. Ela coloca tudo na boca, mas, em geral, depois de comer uma coisa que ela não gosta, ela não come novamente, né?
Sei lá, acredito que um filhote de tigre, ao ver uma gazela morta, já começa a salivar, mesmo que ainda não consiga caçar sozinho. Imagino que o mesmo não acontece com um bebê humano.

k) acho que a questão do tamanho do cérebro ter aumentado porque passamos a comer carne nem merece comentário, mas ele aponta um fato relevante: o fato de conseguirmos comer animais foi com certeza determinante para que pudéssemos migrar para regiões que seriam consideradas inóspitas para humanos herbívoros. Não consigo imaginar ninguém sobrevivendo na Suécia nos anos de 12XX sem comer produtos de origem animal.
Rsrs, o que para mim ainda é um grande mistério é: o que fez uma tribo de humanos se deslocar tanto, chegar num lugar que faz um frio desgraçado e fica escuro durante a metade do ano e decidir "olha, vamos ficar por aqui mesmo"?

L) Ele diz que o Gary está mentindo quando diz que eliminamos completamente o colesterol da dieta quando viramos veganos e, para provar o ponto, cita uma receita de abobrinha empanada. A receita que ele cita tem 0% de colesterol. Pode ter gorduras saturadas, mas não tem colesterol.

m) depois ele se indigna que o Gary diz que as doenças que mais matam hoje são causadas por produtos de origem animal.
Da primeira vez que vi, eu também achei que nessa parte o Gary estava viajando. Até por não ser da área de saúde, ele foi bastante impreciso e, por isso mesmo, falou coisas que não podem ser consideradas corretas. Os estudos que dizem que carne faz mal nunca dizem: "comer carne necessariamente te traz essas doenças e todas essas doenças são necessariamente a consequência de comer animais". O que eles dizem é que esses alimentos aumentam as probabilidades de desenvolver as doenças, por conta de mecanismos que, em muitas pessoas podem gerar consequências graves, etc.
O momento em que o Gary disse: "o que nós temos em comum, além da água que tomamos e do ar que respiramos? Carne, queijo, leite e ovos" acho que foi o ápice da viagem do Gary, rsrs.
Isso posto de lado, a discussão sobre os efeitos para a nossa saúde é bastante controversa por conta de inúmeros estudos financiados pelas indústrias envolvidas. Não vou tentar entrar nela porque todos nós já sabemos o que os cientistas de cada lado alegam. Mas já que estamos num fórum vegano, aproveito a oportunidade para recomendar essa palestra que assisti recentemente e que gostei bastante (até porque, é um tanto engraçada)



Enfim, para concluir, acho que quase todas as evidências sugerem que, usando uma definição razoável, somos herbívoros. Se quisermos usar uma definição mais extremista, então podemos dizer que somos onívoros. Mas que tipo de onívoros? Onívoros muito parecidos com os gorilas (100% vegetarianos) ou os chimpanzés (95-99% plantas, um máximo de 3% de cupins e algum eventual animal pequeno que apareça no mês). Com certeza nada parecido com ursos, cães, tartarugas, etc., para quem a carne é uma fonte bastante significativa de nutrientes.
Os seguintes usuário(s) disseram Obrigado: Biaa

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5514

Quando assisti a paletra do Gary eu a considerei muito boa mas depois de assistir a resposta do cabeludo percebi algumas besteiras que ele disse.

Eu até comentei no vídeo do cabeludo algo do tipo na época "sou vegano e concordo com você".
Os seguintes usuário(s) disseram Obrigado: Biaa

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Resposta para Gary Yourofsky 6 anos 11 meses atrás #5519

Muito bem meu amigo Eduardo Pensador Henrique! Rsrs

Sobre as bactérias eu tb concordo, afinal existe simbiose em toda a natureza e os seres vivos evoluem assim. É bem possível que as mitocôndrias, por exemplo, fossem algum microorganismo procarionte externo em mutualismo com microorganismos eucariontes, segundo a teoria da simbiogênese (Lynn Margulis).

Coitado dos pandas rs...

Quanto a comer carne crua, concordo com vc! Acho que ele deveria sim, comer carne crua sem fazer cara feia, sem vomitar.. sem ir parar no hospital depois com infecção intestinal rs.

Abs

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

  • Página:
  • 1
  • 2
Tempo para a criação da página:0.641 segundos
Somos Embaixadores da Happy Cow para Florianópolis SC


Embaixador
HappyCow.com

Somos filiados a:

   

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Mahatma Gandhi