Bem-Vindo, Visitante
Nome de usuário: Senha: Lembrar-me
  • Página:
  • 1
  • 2

TÓPICO:

Futuro dos animais de corte. 13 anos 9 meses atrás #674

Saudações

Primeiro post aqui. Sou vegan a 6 meses aproximamente.

Enfim, outro dia estava discutindo sobre o impacto ambiental do consumo de carne. E fiquei na dúvida.
Quais são as propostas para os animais de corte considerando que não há mais consumo de carne no mundo? Nessa utopia não consigo enxergar um espaço para esses animais...

Fiquem em paz.

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Futuro dos animais de corte. 13 anos 8 meses atrás #723

Falkner,

Caso a utopia ocorra de uma hora para outra, o que é muito improvável, os animais teriam que ser remanejados para reservas e santuários.

É importante dizer que estes animais não se reproduziriam tanto se fossem deixados sozinhos sem interferência humana. Sem contar que seria aconselhável a castração de todos eles para que zerar o crescimento populacional de imediato, deixando apenas alguns para a perpetuação da espécie.

Como disse acima está utopia é muito improvável de ocorrer do dia para noite, a redução do consumo de carne deve ser gradual permitindo que estas populações sejam extintas gradualmente até que o mercado não mais demande o abate pelo simples fato que a maioria não vai querer comer. :cow:

[]s
Alex

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Futuro dos animais de corte. 13 anos 8 meses atrás #731

Sim, claro não ocorreria de uma hora para outra. Mas considerando isso uma realidade nós teríamos que cuidar desses animais como cães e gatos? Porque estes teriam pouca, senão nehuma, chance de sobreviver num meio selvagem.
Talvez seja necessária uma readaptação... Não sei, ouço poucas pessoas discutindo isso.

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Futuro dos animais de corte. 13 anos 8 meses atrás #749

Falkner

Não precisariamos cuidar destes animais como cães e gatos, apenas deixá-los nos campos, cuidando para que não houvesse reprodução.

Se machos ficassem de um lado e fêmeas de outro, no espaço de uma geração não haveria mais gado.

A extinção destes animais por este processo não pode e não deve ser considerada crueldade, porque a vida dos indivíduos seria valorizada e estes morreriam de velhos.

Estas espécies foram criadas pelo homem para serem exploradas, elas foram manipuladas genéticamente, através de um processo de seleção que durou cerca de 10 mil anos, apenas para produzirem mais carne, leite, ovos, lã ou o que quer que seja.

Portanto, não encontram lugar nos ecossistemas naturais e sua extinção não ocasionaria em desequilibrio, muito pelo contrário.

abraços

Sérgio

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Futuro dos animais de corte. 13 anos 8 meses atrás #752

Sim elas foram manipuladas, mas você está defendendo a libertação dessas espécies para então levá-las à extinção? Faz tanto sentido quanto manter a exploração ou até menos.

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Re: Futuro dos animais de corte. 13 anos 8 meses atrás #753

Não, por isso escrevi "valorização da vida do indivíduo".

Hoje em dia consideramos o estatus das espécies de acordo com o número de indivíduos que elas possuem. Assim, uma ave-lira-de-três- penachos vale mais do que uma pomba.

A pomba na verdade tem o mesmo valor inerente ao de uma ave rara. Apenas consideramos um animal raro mais valioso porque somos especistas e consideramos que se tal espécie desaparecer haverá um desequilibrio no ecossistema, o que levará a consequências para nossa própria espécie.

Aquele individuo de ave-lira-de-três-penachos não tem interesses particulares em saber se sua espécie continuará existindo daqui a 100 anos. Os interesses daquele individuo são que sua floresta continue existindo, que ninguém o cace, etc.

Da mesma forma o porco não está nem aí para o estatus de sua espécie daqui a 15 anos. Ele só quer ter comida de boa qualidade e em quantidade suficiente, quer poder andar livremente e, principalmente, tem interesses de não levar uma marretada na cabeça quando estiver rechonchudo.

A este fato adicione-se que porcos domésticos nada tem a ver com os porcos selvagens, eles simplesmente não fazem parte de nenhum ecossistema.

Por isso não há incompatibilidade entre estes dois pensamentos. Estou defendendo os interesses dos animais domésticos que são explorados e não da espécie que os explora.

Sérgio

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

  • Página:
  • 1
  • 2
Tempo para a criação da página:1.251 segundos
Somos Embaixadores da Happy Cow para Florianópolis SC


Embaixador
HappyCow.com

Somos filiados a:

   

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Mahatma Gandhi