Bem-Vindo, Visitante
Nome de usuário: Senha: Lembrar-me
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Dúvidas sobre a produção de leite

Dúvidas sobre a produção de leite 13 anos 3 meses atrás #885

Prezado Sergio Greif,

Como você está? Espero que esteja tudo bem... Venho por meio deste tentar esclarecer uma dúvida em relação a produção de leite. Sabemos que em uma produção industrial, a vaca recebe muitos hormônios para que fique sempre prenha, para que desta forma produza cada vez mais leite, em um eterno círculo vicioso que esgota o pobre animal, causa-lhe doenças, como a mastite e o leva à morte assim que sua produção de leite já não atende os padrões necessários para a indústria. Isso sem falar do baby beef que está diretamente associado à produção de leite.
Minha dúvida é em relação às vacas que são criadas de maneira não-agressiva, fora dos padrões de crueldade existentes nas grandes produtoras de leite, como em pequenas comunidades. Eu gostaria de saber o seguinte: os defensores do consumo de leite afirmam que a vaca produz muito mais leite do que o bezerro necessita (mesmo sendo uma vaca que não toma hormônios para otimizar sua produção de leite), afirmam também que o bezerro não pode tomar leite em excesso pois isso lhe causaria disenteria e, ao mesmo tempo, é necessário tirar o leite da vaca, pois o leite em excesso que fica em suas tetas empedra, causando-lhe doenças, como a mastite. Estes argumentos são verdadeiros?
Eu acho estes argumentos um pouco estranhos pois isso seria pensar que, de alguma forma, o processo evolutivo da vaca foi equivocado, pois sua produção de leite é excessiva e pode lhe causar problemas... Mas como seria possível a transmissão de uma característica genética para os seus descendentes que, longe de ser benéfica, só atrapalharia o animal? A seleção natural não teria eliminado esta característica de produção excessiva de leite? Ou esta característica não esteve sempre presente nas vacas, vindo a desenvolver-se devido a ação antrópica?
Bem, minhas dúvidas são estas. Agradeço a sua atenção.
Aguardo suas respostas.

Muito obrigado.

Atenciosamente,

Adriano.


Prezado Adriano:

É verdade que a vaca produz muito mais leite do que o bezerro pode tomar e que se você não ordenhar a vaca ela sentirá dores indescritíveis porque seu úbere inchará e o leite irá vazar pelas tetas. Este argumento, porém, não deve servir para justificar a exploração de vacas para produção de leite. Como você mesmo descreveu, trata-se de um ciclo vicioso e a vaca não teria que passar por isso se não produzisse um bezerro. Supondo que alguém me doasse uma vaca leiteira produzindo leite, sem duvida eu a ordenharia até que sua produção cessasse. Depois eu a manteria como um animal de estimação, mas não permitiria que ela novamente cruzasse, para produzir vinte litros de leite (do qual o bezerro poderá tomar apenas 2 litros, no máximo), porque sem duvida isto contribuiria para seu sofrimento e criaria o problema de o que fazer com o bezerro (se eu pudesse ter dois bovinos em minha propriedade iria preferir adotar um segundo ao invés de fazê-lo nascer).

Em segundo lugar, o processo evolutivo da vaca não foi equivocado. As vacas evoluíram para produzir dois litros de leite no máximo, e 5 ou 6 bezerros ao longo de sua vida. Nós alteramos o processo evolutivo das vacas quando as domesticamos e manipulamos sua genética através da seleção artificial, de modo a criar animais com excedente de leite, para nosso benefício.

Por este motivo acredito que devemos respeitar as vacas como indivíduos, mas jamais nos preocuparmos com a proliferação desta espécie. Ela não encontra lugar em nenhum ecossistema, foi uma espécie criada para nos servir e o dia que deixarmos de explorá-las, aquelas que já tiverem nascido morrerão de velhas, mas não deverão nascer novas.

abraços

Sérgio

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

  • Página:
  • 1
Tempo para a criação da página:0.921 segundos
Somos Embaixadores da Happy Cow para Florianópolis SC


Embaixador
HappyCow.com

Somos filiados a:

   

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Mahatma Gandhi